Papel Reciclado

quinta-feira, 23 de dezembro de 2010



Exato um ano eu estava com o celular esperando sua ligação,ou qualquer mensagem,
Te desejava de qualquer modo e preço,não importava se me rasgaria por completo.
Precisava do seu cheiro,do seu beijo até mesmo das suas lamurias.
Me anulava em todos os sentidos até mesmo íntimos,agora posso dizer sem parecer despeito ,JÁ ACABOU!
E como um flash estamos em Dezembro novamente ,eu curada daquilo que chamava de amor.
Com muita historia pra contar e aproveitando tudo que a vida me oferece,nada de choro e dor .
E cada tempo está no seu devido lugar,não me arrependo do que se foi,nem do que vivo.
Não lembro seu rosto,cheiro e aquelas cartas ,devem ser papel reciclado.

0 reviews:

Postar um comentário


'Eu vivo à espera de inspiração com uma avidez que não dá descanso. Cheguei mesmo à conclusão de que escrever é a coisa que mais desejo no mundo, mesmo, mais que amor.'

Followers

Pages


'A maldição de pensar fez suas vítimas: em minha geração, vi muitos poetas se transformarem em críticos, teóricos, professores de literatura' Leminski



Minha foto
Rubia M.
"Eu - eu não sei muito bem, Senhora, no presente momento - pelo menos eu sei quem eu era quando levantei esta manhã, mas acho que tenho mudado muitas vezes desde então. Receio que não possa me explicar, porque é justamente aí que está o problema. Posso explicar uma porção de coisas... Mas não posso explicar a mim mesma."
Visualizar meu perfil completo

Search box

Footer

About Me


'Eu escrevo sem esperança de que o que eu escrevo altere qualquer coisa. Não altera em nada...Porque no fundo a gente não está querendo alterar coisas. A gente está querendo desabrochar de um modo ou de outro...'

Tecnologia do Blogger.

About Me

Minha foto
"Eu - eu não sei muito bem, Senhora, no presente momento - pelo menos eu sei quem eu era quando levantei esta manhã, mas acho que tenho mudado muitas vezes desde então. Receio que não possa me explicar, porque é justamente aí que está o problema. Posso explicar uma porção de coisas... Mas não posso explicar a mim mesma."