Fora da gravidade

sexta-feira, 10 de dezembro de 2010


Talvez um pouco mais de graça, um sorriso. Um cabelo bagunçado, uma vida a toa. Um ombro pra rir e não para chorar. Um pouquinho de carinho aqui, um pouquinho de carinho ali. A vida toda se resumindo a todos.
Um sorriso e uma companhia me deixam aquecida. Sorrisos sorrisos e melodias. A melhor música ao fundo, todos juntos. Podemos ao menos nos deitar para observar as estrelas?
Queridos amigos. Acha que irei julgar alguém? Tenho um belo conselho - Pare de se preocupar com o que as pessoas fazem. Ninguém se importa...
Chega de ligar... Sorria.
Se eu vivo uma loucura, é um sonho realizado. Todas essas conversas, companheirismo, dias e noites, sol e chuva, amor e paz.

E se tudo é um grande delírio, OK. tudo bem.

Chega mais perto de mim,
que te chamo de pedaço
que te vejo flutuando
eu e você pelo espaço

Como se as estrelas caíssem do céu
E as árvores pulassem de lugar em lugar
E o mundo girasse diferente
Nos lançando para fora da gravidade...

Eu vejo você
seus grandes olhos
duas luas no espaço

Como poesias sem notas
sem combinações
apenas leveza
ao redor do universo

Se te vejo sorrir
Sorrio de longe
Queria alcançar suas mãos...
Longes...
Leves...
Acenando...
No centro do Universo...

Oh baby não se vá
Te vejo indo para longe
Ao menos ainda sorri
Vejo seus olhos nos meus

É tão bom viajar com você
Longe da terra
Fora da gravidade
Num dia onde as árvores
podem andar

Vejo seus grandes olhos
seu grande sorriso
indo cada vez mais longe
além da gravidade

Oh estamos tão distantes
mas sinto aqui dentro
que estamos tão juntos
pois estamos os dois
fora da gravidade.

0 reviews:

Postar um comentário


'Eu vivo à espera de inspiração com uma avidez que não dá descanso. Cheguei mesmo à conclusão de que escrever é a coisa que mais desejo no mundo, mesmo, mais que amor.'

Followers

Pages


'A maldição de pensar fez suas vítimas: em minha geração, vi muitos poetas se transformarem em críticos, teóricos, professores de literatura' Leminski



Minha foto
Rubia M.
"Eu - eu não sei muito bem, Senhora, no presente momento - pelo menos eu sei quem eu era quando levantei esta manhã, mas acho que tenho mudado muitas vezes desde então. Receio que não possa me explicar, porque é justamente aí que está o problema. Posso explicar uma porção de coisas... Mas não posso explicar a mim mesma."
Visualizar meu perfil completo

Search box

Footer

About Me


'Eu escrevo sem esperança de que o que eu escrevo altere qualquer coisa. Não altera em nada...Porque no fundo a gente não está querendo alterar coisas. A gente está querendo desabrochar de um modo ou de outro...'

Tecnologia do Blogger.

About Me

Minha foto
"Eu - eu não sei muito bem, Senhora, no presente momento - pelo menos eu sei quem eu era quando levantei esta manhã, mas acho que tenho mudado muitas vezes desde então. Receio que não possa me explicar, porque é justamente aí que está o problema. Posso explicar uma porção de coisas... Mas não posso explicar a mim mesma."