Restart

terça-feira, 28 de dezembro de 2010

Não importa onde você parou...
Em que momento da vida você cansou...
O que importa é que sempre é possível e necessário "Recomeçar".
Recomeçar é dar uma nova chance a si mesmo...
É renovar as esperanças na vida e o mais importante...
Acreditar em você de novo.
Sofreu muito nesse período?
Foi aprendizado...
Chorou muito?
Foi limpeza da alma...
Ficou com raiva das pessoas?
Foi para perdoá-las um dia...
Sentiu-se só por diversas vezes?
É por que fechou a porta até para os anjos...
Acreditou que tudo estava perdido?
Era o início da sua melhora...
Pois é... Agora é hora de reiniciar... De pensar na luz...
De encontrar prazer nas coisas simples de novo.
Que tal um novo emprego?
Uma nova profissão?
Um corte de cabelo arrojado... diferente?
Um novo curso... Ou aquele velho desejo de aprender a pintar... Desenhar...
Dominar o computador... Ou qualquer outra coisa...
Olha quanto desafio...
Quanta coisa nova nesse mundão de meu Deus o esperando.
Está se sentindo sozinho?
Besteira... Tem tanta gente que você afastou com o seu "período de isolamento"...
Tem tanta gente esperando apenas um sorriso seu para "chegar" perto de você.
Quando nos trancamos na tristeza...
Nem nós mesmos nos suportamos...
Ficamos horríveis...
O mau humor vai comendo nosso fígado...
Até a boca fica amarga!
Recomeçar...
Hoje é um bom dia para começar novos desafios.
Onde você quer chegar?
Ir alto... Sonhe alto...
Queira o melhor do melhor...
Queira coisas boas para a vida...
Pensando assim trazemos prá nós aquilo que desejamos...
Se pensamos pequeno...
Coisas pequenas teremos...
Já se desejarmos fortemente o melhor e, principalmente, lutarmos pelo melhor, o melhor vai se instalar na nossa vida.
E é hoje o dia da faxina mental...
Joga fora tudo que te prende ao passado...
Ao mundinho de coisas tristes...
Fotos... Peças de roupa, papel de bala...
Ingressos de cinema, bilhetes de viagens...
E toda aquela tranqueira que guardamos quando nos julgamos apaixonados...
Jogue tudo fora...
Mas, principalmente, esvazie seu coração...
Fique pronto para a vida...
Para um novo amor.
Lembre-se: somos apaixonáveis...
Somos sempre capazes de amar muitas e muitas vezes.
Afinal de contas...
Nós somos o "Amor".

(Carlos Drummond de Andrade)


"Porque sou do tamanho daquilo que vejo, e não do tamanho da minha altura."


Enfim...

Queridos, por motivos pessoais pensei em coisas terríveis, como excluir esse blog. Porém, vejo que não tenho motivos para tanto. Então, vou continuar escrevendo e postando aqui para vocês, mas, com o tempo, vou mudar algumas coisinhas por aqui ... espero que gostem! Beijo grande.


2 reviews:

izabelasinara disse...

Há sempre um amanhã .....
Então precisamos estar sempre prontos pra recomeçar !

Abraço ^^

Willma disse...

Adorei seu blog e vou vir sempre aqui!
Aproveito a visita pra lhe fazer uma convite especial.
Venha fazer uma visita ao Espaço Senhorita e concorra a super prêmios.
sempresenhorita.blogspot.com
Não Perca!!!
Bjos.

Postar um comentário


'Eu vivo à espera de inspiração com uma avidez que não dá descanso. Cheguei mesmo à conclusão de que escrever é a coisa que mais desejo no mundo, mesmo, mais que amor.'

Followers

Pages


'A maldição de pensar fez suas vítimas: em minha geração, vi muitos poetas se transformarem em críticos, teóricos, professores de literatura' Leminski



Minha foto
Rubia M.
"Eu - eu não sei muito bem, Senhora, no presente momento - pelo menos eu sei quem eu era quando levantei esta manhã, mas acho que tenho mudado muitas vezes desde então. Receio que não possa me explicar, porque é justamente aí que está o problema. Posso explicar uma porção de coisas... Mas não posso explicar a mim mesma."
Visualizar meu perfil completo

Search box

Footer

About Me


'Eu escrevo sem esperança de que o que eu escrevo altere qualquer coisa. Não altera em nada...Porque no fundo a gente não está querendo alterar coisas. A gente está querendo desabrochar de um modo ou de outro...'

Tecnologia do Blogger.

About Me

Minha foto
"Eu - eu não sei muito bem, Senhora, no presente momento - pelo menos eu sei quem eu era quando levantei esta manhã, mas acho que tenho mudado muitas vezes desde então. Receio que não possa me explicar, porque é justamente aí que está o problema. Posso explicar uma porção de coisas... Mas não posso explicar a mim mesma."