Sua liberdade, meu presente.

sexta-feira, 26 de novembro de 2010


Eu desejo que você seja livre.
Livre do passado, livre das desavenças, das mágoas, das tempestades. Livre do mal humor, do desencanto, da desigualdade, do supérfluo.
Eu desejo que a liberdade seja o seu maior mandamento e que você esteja disposto a se entregar ao vento quando ele embaralhar seus cabelos. Não permita que em nenhum momento, roubem a liberdade de ti, ela custa caro e eu paguei um valor muito alto por ela, então seja solidário consigo e comigo mesma.
Quero que você conheça outras pessoas, faça novas amizades, e explore lugares antes inimagináveis, a liberdade te permite isso, a liberdade que eu te dei. Não, não dê satisfações a mim. Pare! Você é livre, pode fazer o que quiser, quando quiser, sem precisar me dizer nada. O presente que lhe dei, não requer nada em troca. Não era a felicidade o que você queria? Lembro-me perfeitamente, você na minha frente, me dizendo que eu o sufocava, que meu amor por você era demais, e que isso lhe fazia um grande mal. Então? Agora você não tem mais que se preocupar, aquilo que faltava em sua vida foi preenchido e você ja pode viver feliz sem ter que me ligar três vezes ao dia, me dar satisfações de onde você estava, e com quem estava. Mais que fique claro uma coisa, tudo isso eu fiz não pra te aprisionar, mas pra mostrar a você o quanto é bom alguém se importar conosco, o que você raramente fazia comigo.
Então vá, porque hoje você é livre. Livre de mim.

0 reviews:

Postar um comentário


'Eu vivo à espera de inspiração com uma avidez que não dá descanso. Cheguei mesmo à conclusão de que escrever é a coisa que mais desejo no mundo, mesmo, mais que amor.'

Followers

Pages


'A maldição de pensar fez suas vítimas: em minha geração, vi muitos poetas se transformarem em críticos, teóricos, professores de literatura' Leminski



Minha foto
Rubia M.
"Eu - eu não sei muito bem, Senhora, no presente momento - pelo menos eu sei quem eu era quando levantei esta manhã, mas acho que tenho mudado muitas vezes desde então. Receio que não possa me explicar, porque é justamente aí que está o problema. Posso explicar uma porção de coisas... Mas não posso explicar a mim mesma."
Visualizar meu perfil completo

Search box

Footer

About Me


'Eu escrevo sem esperança de que o que eu escrevo altere qualquer coisa. Não altera em nada...Porque no fundo a gente não está querendo alterar coisas. A gente está querendo desabrochar de um modo ou de outro...'

Tecnologia do Blogger.

About Me

Minha foto
"Eu - eu não sei muito bem, Senhora, no presente momento - pelo menos eu sei quem eu era quando levantei esta manhã, mas acho que tenho mudado muitas vezes desde então. Receio que não possa me explicar, porque é justamente aí que está o problema. Posso explicar uma porção de coisas... Mas não posso explicar a mim mesma."